Bem antes de chegar ao Brasil, o manjar branco era muito popular na Europa, porém os ingredientes usados eram outros. Encontrado em um dos cadernos antigos de receitas portuguesas, a receita original levava peito de galinha cozido e desfiado, sal, farinha de arroz e açúcar…
A receita francesa também não era muito semelhante à do manjar que conhecemos no Brasil. Era preparada com amêndoas, açúcar, manteiga, gelatina, essência de baunilha e licor.
Mas, ao chegar ao nosso país, o manjar adquiriu um toque da cultura africana e tornou-se uma sobremesa mais simples.